Como começar o SEO da sua empresa

engrenagens

Todo mundo quer um bom posicionamento online. Mas, na hora de começar o SEO da empresa, surge a dúvida de qual o primeiro passo a dar. Será que é começar a produzir conteúdo otimizado? Ou prestar mais atenção na arquitetura da informação? Quem sabe seja fazer uma análise competitiva?

Aqui na ÀBrasileira também já tivemos essa dúvida. Esse foi um dos motivos que nos fez buscar qualificação em Search Engine Optimization e passar a oferecer serviços de SEO para os nossos clientes. É por isso, também, que vamos compartilhar o que aprendemos com você.

 

Passo 1: auditoria de SEO

A auditoria é o primeiro passo para começar o SEO da empresa. Trata-se de um processo que demanda não só conhecimento de Search Engine Optimization como também domínio de algumas ferramentas.

Na ÀBr usamos o SemRush para fazer uma análise detalhada de todo o site do cliente. Em poucos minutos, o software nos dá uma série de dados, como quantidade de links quebrados, redirecionamentos, palavras-chave para as quais ele está ranqueado, entre outros.

A partir dessas informações, orientamos melhorias estruturais no site, o que chamamos de SEO técnico. As mudanças visam tornar o site mais amigável para o Google e para os usuários, além de melhorar sua performance geral.

As palavras-chave, por sua vez, nos dão insights sobre o que as pessoas que chegam até a sua empresa estão buscando. E nos indicam se o SEO da empresa está no caminho certo ou precisamos mudar o conteúdo para site a fim de que ele se torne mais assertivo na captação de visitantes.

 

Passo 2: análise da concorrência

Depois que você conhece a fundo a situação atual do SEO da empresa, é preciso comparar a sua performance com a dos seus concorrentes. Vale ressaltar que concorrentes no SEO nem sempre são os seus concorrentes comerciais.

Ferramentas como o SemRush também podem ser usadas para analisar o SEO da concorrência e entender o que está sendo feito para que ela chegue à primeira página do Google.

Os insights extraídos dessa análise servirão de base para que você supere as outras páginas, sempre buscando fazer melhor do que quem está à sua frente. Isso pode significar criar conteúdo centrado no usuário, melhorar a densidade de palavras-chave, fortalecer a linkagem interna, usar mais recursos (imagens, vídeos, etc) e aprimorar o design da página, por exemplo.

 

Passo 3: definição de palavras-chave

Ao fazer o SEO da empresa, boa parte das pessoas começam na definição de palavras-chave. Porém, é importante entender como sua empresa está posicionada atualmente para monitorar sua evolução posteriormente.

Nesta etapa, já sabemos como estamos e como nossos concorrentes estão em termos de presença digital. É hora de determinar para quais palavras-chave queremos ranquear.

A escolha de palavras-chave no SEO da empresa vai além do volume de buscas. Você deve analisar a competitividade da palavra, isto é, quão difícil será ranquear para ela. Também deve estar atento à intenção do usuário ao fazer aquela busca.

Cada página do seu site deve ter uma palavra-chave central, também chamada de main keyword ou keyword primária. Ter várias páginas ranqueando para o mesmo termo de busca leva à canibalização de palavras-chave e à diluição dos seus esforços para melhorar o SEO da empresa.

 

Passo 4: otimização do conteúdo

Só depois das três primeiras etapas de otimização de sites que você começa a olhar verdadeiramente para o conteúdo que está lá.

É com uma auditoria de conteúdo que você descobre se as páginas do seu site estão otimizadas da forma correta e como elas podem ser melhoradas para alcançar uma performance ainda melhor.

Você pode atualizar as informações, adicionar recursos, retirar dados obsoletos e, na pior das hipóteses, tirar o conteúdo do ar. Para entender quando é o momento de dar um fim a um conteúdo do seu site, é preciso entender o ciclo de vida do conteúdo.

Uma parte importante da otimização de conteúdo e que costuma ser esquecida é a qualidade dos links internos. Quanto melhor for o entrelaçamento das páginas do seu site, menos probabilidade de sair o usuário tem. Consequentemente, mais relevante seu site se torna para o Google.

 

Passo 5: análise de resultados

Depois de ter trabalhado a parte técnica do SEO da empresa e otimizado o conteúdo do site, vem o monitoramento. No entanto, atente-se para o fato de que esse acompanhamento é diário e permanente. Isso porque as técnicas de SEO mudam a todo instante, assim como os algoritmos do Google, como o neural matching.

Mais uma vez, as ferramentas são suas maiores aliadas. Aqui na ÀBr, monitoramos o posicionamento das palavras-chave que usamos em nossa estratégia de conteúdo com o KWFinder.

Mas, mais do que verificar em qual posição estamos, é preciso acompanhar as melhorias que fizemos, quando as quedas de posicionamento aconteceram e o que fez com que uma página subisse no ranking. Monitorar os resultados obtidos, como volume de tráfego gerado ou leads captados, também é fundamental.

Essas são as cinco etapas principais a serem percorridas por quem quer começar o SEO da empresa. Como você deve ter percebido, além de ter acesso às tecnologias certas, é necessário ter conhecimento aprofundado de como funcionam os mecanismos de buscas e como atender aos requisitos de posicionamento.

Caso você não tenha esse know-how na sua empresa, é sempre válido contar com uma agência de SEO.

Curtiu o post? Aproveite e compartilhe com outras pessoas!