Conteúdo evergreen: mais retorno com menos investimento

árvore neve

Conteúdo evergreen é o texto, áudio, vídeo, infográfico ou qualquer outra forma de conteúdo que permanece relevante apesar do tempo.

Diferente de uma notícia de jornal, que relata fatos ocorridos em uma data específica, o conteúdo evergreen trata de assuntos perenes, que independem de um contexto temporal.

O termo em inglês evergreen é muito utilizado na botânica para determinar as árvores que mantêm suas folhas verdes o ano inteiro, como alguns tipos de pinheiro. Na produção de conteúdo para a web, é possível determinar temas e abordagens que resistem ao tempo e trazem mais retorno para sua empresa, por isso a analogia.

Ficou curioso? Então dá uma olhada nesse conteúdo evergreen 😉

 

Folhas verdes o ano inteiro

A criação de conteúdo para a internet com foco em resultados difere (e muito) da produção jornalística. Enquanto a primeira foca em ensinar e ajudar os usuários, conforme já citamos no artigo “o que é marketing de conteúdo“, o segundo noticia algo que rapidamente perde o seu valor.

Afinal, de que adianta saber a cotação da bolsa da semana passada? Ou saber quem venceu os jogos do brasileirão cinco rodadas atrás? Essa é a principal diferença da produção de conteúdo digital focada em resultados para a produção de notícias.

Com conteúdo evergreen sua empresa consegue sanar as dúvidas e ajudar seus potenciais clientes a entender e resolver seus problemas mesmo muito tempo depois de ter publicado o conteúdo online.

 

Evergreen, mas com inteligência

É justamente para otimizar essa capacidade de os conteúdos evergreen ajudarem seus potenciais clientes independentemente do tempo que eles precisam ser muito bem planejados.

Conhecer as necessidades de suas personas, entender quais termos elas utilizam nos mecanismos de busca para tirar as dúvidas que possuem e determinar a melhor linguagem para conversar com elas são algumas das ações que tornam o blog da sua empresa realmente relevante.

Essa inteligência influencia, inclusive, nos resultados de SEO, já que para o Google conteúdo relevante é aquele bem produzido, exclusivo e que atenda da melhor maneira possível às necessidades dos usuários.

 

Publicar não é o fim da linha!

Ao contrário do que muitos pensam, publicar um artigo no blog não é necessariamente o fim do trabalho. É possível (e indicado) otimizar os conteúdos publicados, atualizar as informações e gerar ainda mais resultado com um trabalho que já traz retorno para a sua empresa.

Podemos citar alguns exemplos em que os artigos devem ser alterados mesmo após sua publicação (e mesmo que já estejam no ar há muito tempo):

  • alterações na legislação;
  • mudanças na prática profissional;
  • aprofundamento no tema central do artigo;
  • otimização SEO do conteúdo;
  • nova abordagem em um tema que já traz tráfego para o blog.

Esses são apenas alguns exemplos. A auditoria de conteúdo é uma excelente maneira de determinar quais artigos podem ser otimizados e, também, qual a melhor maneira de fazê-lo.

 

Como criar um conteúdo evergreen?

Existem algumas melhores práticas que você deve seguir para garantir que o seu conteúdo não perca valor com o tempo. Confira algumas delas:

 

Guias e tutoriais

“Como plantar uma rosa” ou “como fazer uma pesquisa de mercado” são exemplos de conteúdo para blog que dificilmente perderão a validade. E, caso percam, atualizá-los não será uma tarefa tão difícil. Por isso, guias e tutoriais são bons conteúdos evergreen.

 

Use datas precisas para contextualizar

Quando for contextualizar algum momento, como a crise econômica, por exemplo, evite dizer “a crise do ano passado” e tente algo como “a crise que atingiu o Brasil em 2016”. Dessa forma, as pessoas ainda poderão ler seu texto daqui a vários anos sem sentir que estão lendo algo ultrapassado.

Outra questão a ser considerada na contextualização é o conteúdo otimizado para o Google. Quando um usuário busca por um determinado evento, ele costuma associar a data, como “eleições 2018”.

 

Glossários e conteúdos técnicos

Apesar de serem mais difíceis de produzir, já que exigem a atenção de um especialista, os glossários e conteúdos técnicos podem ser muito úteis para seus leitores. Além disso, dificilmente perderão sua validade, podendo ser atualizados sempre que haja alguma alteração na prática profissional ou na técnica.

 

Foque nos problemas dos seus potenciais clientes

Por fim, pense sempre em como ajudar seus leitores. Quais problemas eles têm e qual a melhor maneira de resolvê-los. Uma boa dica é utilizar listas numeradas (x maneiras de fazer algo), já que pesquisas indicam que essa prática atrai mais leitores para o blog.

Confira no blog da ÀBrasileira diversos conteúdos sobre marketing de conteúdo, dicas para criar bons conteúdos evergreen e muitas outras informações! Quer receber tudo isso direto em seu e-mail? Então assine nossa newsletter!