Conteúdo web é produto ou serviço?

página de post do wordpress

A produção de conteúdo web, quando feita por profissionais freelancers, costuma ser cobrada por quantidade de palavras. Isso leva muitos clientes a crer que o marketing de conteúdo se resume a um produto, cuja produção pode ser escalada tal qual em uma fábrica e os preços podem baixar se o volume de conteúdos produzidos é maior.

Você pensa dessa forma? Então continue a leitura e entenda por que conteúdo web é prestação de serviços, não venda de produtos!

 

A diferença entre produto e serviço

Pode parecer algo irrelevante, mas a verdade é que muitas pessoas não sabem distinguir produto de serviço. Mas existem algumas características que definem cada um.

Produto é algo tangível e que pode ser padronizado mediante um processo de produção. Ele pode ser adquirido, levado para casa e consumido em outro momento.

Já o serviço é algo intangível, isto é, você não pode pegá-lo nas mãos. Ele é consumido enquanto é oferecido e dificilmente será 100% igual para todo mundo. Serviço é experiência.

A fabricação de produtos pode ser escalada mediante uso de maquinários apropriados, enquanto a prestação de serviços raramente tem essa possibilidade. Salvo quando falamos em Software as a Service (SaaS).

Quando trabalhamos com produção de conteúdo para web, nenhum conteúdo é igual ao outro, por mais que fale sobre o mesmo assunto. Se for, consiste em plágio. Por esta razão, o marketing de conteúdo é considerado um serviço.

Que tal conferir outros argumentos?

 

Conteúdo web é feito por pessoas

Quando você contrata uma agência de conteúdo, tem muito mais coisas envolvidas na criação de conteúdo do que apenas “sentar e escrever”.

Aqui na ÀBrasileira, por exemplo, fazemos análise de palavras-chave, identificamos temas que são relevantes para a sua audiência, pensamos no formato de conteúdo mais indicado, produzimos o conteúdo, revisamos, editamos e otimizamos.

Após a publicação, também acompanhamos a performance do conteúdo web e, se estiver no contrato, também fazemos a manutenção desse conteúdo online. Em outras palavras, vamos melhorando-o com o tempo, para que ele traga mais resultados.

Para que todo esse processo aconteça da melhor maneira possível e você tenha um conteúdo relevante e útil para sua audiência, estão envolvidos vários profissionais e ferramentas.

Mais do que isso, para ter uma estratégia de conteúdo realmente eficaz, é preciso qualificação e inteligência de negócios. E é isso o que oferecemos aos nossos clientes.

 

Conteúdo para blog é inteligência

Embora já existam softwares que fazem uma varredura na internet e refritam conteúdo de vários sites, criando um “novo”, o que você quer – e seus potenciais clientes desejam – é conteúdo personalizado, certo?

Conteúdo exclusivo só é criado por quem tem a capacidade de aprender todos os dias sobre o seu negócio e transformar esse conhecimento em conteúdo inteligente, que responda às dúvidas e necessidades dos seus clientes. Em outras palavras, depende de capital humano. Portanto, conteúdo web é inteligência aplicada.

 

Conteúdo digital é tempo dedicado

Pense no mercado de trabalho como um todo. O médico cobra por consulta, que por sua vez está atrelada a uma quantidade limitada de minutos. O consultor de negócios, igualmente cobra por hora de trabalho. E por que isso haveria de ser diferente na produção de conteúdo web?

O produtor de conteúdo é um profissional como qualquer outro, que dedica X horas a desenvolver um conteúdo personalizado para a sua empresa. O profissional sério não comete plágio nem parafraseia conteúdo alheio. Ele aprende sobre o seu mercado para poder refletir isso em um texto, um roteiro, uma imagem ou vídeo, por exemplo.

Somado ao tempo de produção do conteúdo web, temos o tempo dos profissionais de SEO, dos revisores e dos editores. Também temos as horas de uso das ferramentas que permitem que analisemos sua presença online e identifiquemos os pontos de melhoria.

Ter isso em mente na hora de contratar uma empresa de conteúdo vai ajudar a entender o motivo de um conteúdo para blog não sair por 5 reais.

 

Conteúdo online exige qualificação

O mercado de produção de conteúdo digital abriu portas para centenas de pessoas. Algumas qualificadas, outras nem tanto. Como o marketing digital muda rapidamente, quem trabalha com conteúdo web deve buscar qualificação constante, o que exige investimento financeiro e pessoal.

Você pode optar por contratar a pessoa que diz que escreve muito bem ou então a equipe que está apta a implementar estratégias de SEO combinadas com marketing de conteúdo e garantir que seu site chegue à primeira página do Google.

A equação é simples: quanto mais qualificada uma equipe é, mais valor ela pode gerar para o seu negócio. Porém, ela não será a mais barata do mercado. Mas pode ser que ela não seja a mais cara, também. Vale a pena pesar os prós e os contras e encontrar o equilíbrio que a sua empresa precisa.

 

Para encerrar a conversa

Enquanto não formos capazes de criar cérebros humanos funcionais, capazes de aprender rapidamente e evoluir dia a dia, o marketing de conteúdo sério, inteligente, estratégico, será feito por pessoas. Portanto, seguirá sendo um serviço.

Isso significa que a quantidade de palavras em si não é o maior determinante do valor do marketing de conteúdo, mas sim os resultados que ele pode trazer para a sua empresa.

Assunto esclarecido? Aproveite e conheça as vantagens do marketing de conteúdo!