Marketing de conteúdo educacional: como medir o sucesso da sua estratégia?

quadro negro escrito marketing de conteúdo educacional

Você anda se perguntando se a sua estratégia de marketing de conteúdo educacional é eficaz? Esse questionamento é bastante válido e convém saber que é possível sim monitorar a performance de um conteúdo digital.

Embora seja mais difícil do que mensurar os resultados de uma campanha de publicidade online, o marketing de conteúdo para instituições de ensino segue a mesma regra básica: é necessário ter indicadores de performance bem definidos.

Ao longo deste post, você vai saber como avaliar se o seu marketing de conteúdo educacional realmente está gerando valor. Fique ligado!

 

Qual é o papel do conteúdo no marketing educacional?

Na era digital, o marketing educacional deixa de ser baseado em grandes outdoors e caríssimos comerciais de TV para se pautar em estratégias online, como a produção de conteúdo para a web.

A justificativa para este cenário é simples: passamos o dia conectados à internet, com a informação a um clique de distância. Quando surge uma dúvida qualquer, basta tirar o celular do bolso e fazer uma pesquisa.

Nesse contexto, o conteúdo entra como o principal motor de visibilidade de uma marca, especialmente para uma instituição de ensino. É por meio do compartilhamento de conteúdo de qualidade que você demonstra à sua audiência (sejam pais ou alunos) que a sua instituição está pronta para formar cidadãos e profissionais de destaque para a sociedade.

É o conteúdo relevante e útil que eleva a reputação da marca no mercado e influencia no momento da matrícula. Afinal, ninguém quer estudar em uma instituição que não tenha notório reconhecimento de qualidade.

Além disso, o conteúdo centrado no usuário é o que faz a diferença no momento da decisão. Se você ajuda seus potenciais alunos a resolverem seus problemas diários mesmo antes deles se relacionarem com sua instituição de ensino, imagina depois que eles estiverem matriculados? Em outras palavras, conteúdo de valor gera engajamento.

Espero que com esses argumentos você já tenha percebido que marketing de conteúdo não é escrever qualquer coisa. Muito menos ficar falando de si mesmo o tempo todo. É agregar valor à vida dos seus potenciais alunos.

Sabendo disso, vamos ao tema central deste post: como medir o sucesso da sua estratégia de marketing de conteúdo educacional.

 

Seu conteúdo gera tráfego?

A primeira resposta a ser respondida quando pensamos nos resultados de uma estratégia de marketing de conteúdo educacional é se os conteúdos produzidos geram tráfego para o site da instituição.

Ter conteúdo otimizado no site e no blog da instituição deve conduzir mais visitantes a essas páginas. Consequentemente, deve aumentar a visibilidade da marca e incrementar sua autoridade em SEO.

 

Dica: Saiba o que é SEO (Serch Engine Optimization)

 

Como saber se o marketing de conteúdo educacional está incrementando o tráfego do site da sua instituição de ensino?

Ter o site conectado ao Google Analytics (GA) é uma maneira de conferir se o número de visitantes está aumentando ou diminuindo. Ferramentas especializadas, como o SemRush, Ahrefs ou Moz, também podem ser utilizadas.

No GA, você pode conferir o número de visitantes únicos, ou seja, número de IPs que visitaram o site, e o total de visitas, que abrange aquelas pessoas que acessaram o site mais de uma vez no período analisado.

Também é possível saber, por meio do Google Analytics, quais conteúdos receberam mais visitas e quais exibiram uma performance fraca. Dessa maneira, seu time de marketing pode identificar que tipo de conteúdo é mais eficaz com a sua audiência.

 

Seu conteúdo gera envolvimento?

O tráfego por si só não indica se a sua taxa de conversão de matrículas aumenta em virtude das ações de marketing de conteúdo educacional. É preciso ir mais a fundo na análise da performance da sua estratégia.

Um bom conteúdo educacional deve ser capaz de despertar o interesse das pessoas e levá-las a agir. Em outras palavras, deve gerar interação. É por isso que você não pode perder alguns dados de vista:

 

Tempo médio gasto na página

O tempo que o usuário passa na página de um conteúdo é um forte indicativo de que sua estratégia de marketing educacional está funcionando.

Quanto mais tempo ele permanece ali, mais chances tem de interagir com um link, uma CTA ou um formulário. É nesse tempo que ele está absorvendo informação, também.

 

Taxa de rejeição

A taxa de rejeição, ou bounce rate, é um indicador de quantas pessoas chegam até determinado conteúdo online e saem da página sem realizar qualquer interação com ela.

Existem divergências quanto à importância da taxa de rejeição na mensuração de resultados no marketing de conteúdo. Isso porque as pessoas buscam informações pontuais na internet. E se elas encontram tudo o que precisam em uma única página, saem dela sem fazer nenhum clique adicional.

Caso a bounce rate dos seus conteúdos seja muito alta, convém fazer uma auditoria de conteúdo para saber como é possível melhorá-los e assim contornar qualquer experiência ruim que possa impactar a satisfação dos seus visitantes.

 

Duração da sessão e páginas por sessão

Uma sessão é o tempo total que um usuário gasta no seu site, independentemente da quantidade de páginas que ele visita. Quanto maior esse índice, melhor o seu marketing de conteúdo educacional.

Não se assuste se você verificar que esse número é bastante baixo. Pesquisas indicam que 55% das pessoas passam, em média, apenas 15 segundos em um site.

Além do tempo que o usuário gasta navegando pelo site da sua instituição de ensino, é importante avaliar a quantidade de páginas visitadas. Esse indicador é muito importante para o sucesso de uma estratégia de inbound marketing educacional, por exemplo.

No inbound, um de nossos objetivos é fazer com que as pessoas cliquem em CTAs, preencham formulários e se tornem leads. Para tanto, criamos fluxos de conteúdo que conduzem os internautas para essas páginas de conversão.

Se há poucas páginas visitadas no seu relatório de páginas por sessão, pode ser necessário melhorar sua linkagem interna e criar CTAs que incentivem essa navegação.

 

Reações em redes sociais

Criar conteúdo para redes sociais é uma das melhores maneiras de atrair a atenção de estudantes e estabelecer um contato mais próximo com eles. E a melhor forma de medir o sucesso do marketing de conteúdo educacional nessas plataformas é ficar atento às reações do seu público.

A quantidade de likes, comentários e compartilhamentos indica se o seu conteúdo foi agradável ao público a que ele se propõe impactar ou não. Porém, você não pode se pautar por isso quando for avaliar as suas conversões.

Nem sempre um artigo para blog que é compartilhado no Facebook, por exemplo, é lido. Muitas pessoas curtem pela imagem ou então pelo título, sem chegar a acessar o blog da instituição.

Nesse sentido, dê mais atenção aos comentários. Comentários indicam interação real, fomentam o debate, trazem dúvidas do seu público. Eles são excelentes fontes de inspiração para quem está desenvolvendo um planejamento de marketing de conteúdo e está em busca de temas a tratar.

 

Seu conteúdo gera posicionamento?

Uma das grandes vantagens do marketing de conteúdo é contribuir para o posicionamento orgânico de um site, isto é, para que ele apareça no topo da lista de resultados não pagos no Google.

Diante disso, para saber se a sua estratégia de marketing de conteúdo educacional está mesmo contribuindo para melhorar sua presença digital, é fundamental monitorar o posicionamento de cada blog post em relação à palavra-chave que ele representa.

Cabe ressaltar aqui que não basta repetir várias vezes a mesma palavra e esperar que o site da sua instituição de ensino apareça na primeira página do Google. Mais de 200 fatores influenciam no ranqueamento de um site, sendo que a qualidade do conteúdo que é publicado é determinante.

Um bom conteúdo sem a devida otimização também não apresentará resultados relevantes, pois é a junção de vários elementos que tornam um conteúdo atrativo para os algoritmos dos mecanismos de buscas.

 

Dica: para saber mais sobre o que influencia o posicionamento de um conteúdo na web, leia nosso post sobre as diretrizes de qualidade do Google.

 

Monitorar a performance do SEO do site de uma instituição de ensino é simples, desde que você tenha as ferramentas e conhecimentos necessários. Aqui na ÀBrasileira, usamos o KWFinder e o Google Analytics para fazer esse monitoramento. Também temos profissionais de SEO antenados com todas as novidades deste setor para impulsionar os resultados orgânicos dos nossos clientes.

 

Seu conteúdo gera conversões?

Todos os indicadores anteriores dão uma boa noção do sucesso da sua estratégia de marketing de conteúdo educacional em termos de visibilidade e consciência de marca. Mas eles não dizem se a produção de conteúdo digital está gerando leads e novas matrículas.

Esse dado você conseguirá a partir de ferramentas de ferramentas de automação de marketing que permitam acompanhar todas as interações de um potencial aluno com o site da instituição.

Aqui na ÀBrasileira usamos o Bulldesk, que nos permite saber até em qual post o lead se inscreveu para a newsletter. Assim sabemos desde o primeiro momento em que o lead começou sua trajetória conosco até quando se tornou um cliente. E vamos além. Mantemos um relacionamento pautado em um histórico consistente de interações, que permite que entendamos, cada vez mais, o perfil dos nossos clientes e o que eles precisam de nós.

Já conseguiu avaliar o sucesso da sua estratégia de marketing de conteúdo educacional? Aqui na ÀBr somos especialistas em marketing de conteúdo para instituições de ensino. Entre em contato conosco e solicite uma proposta!